PS-Maia

Dia Internacional da Mulher

8 de Março, 2018 · por António Ramalho · Presidente, Comissão Política Concelhia do Partido Socialista da Maia.

Hoje, dia 8 de Março, comemora-se o Dia Internacional da Mulher, afinal, um dia que a Tod@s diz respeito, porque Tod@s responsabiliza.

Em 1945 a Organização das Nações Unidas (ONU) assinou o primeiro acordo internacional que afirmava princípios de igualdade entre homens e Mulheres.

Em 1975 foi oficialmente comemorado o Ano Internacional da Mulher, tendo sido posteriormente adotado, pela ONU, o dia “8 de Março” de todos os anos vindouros como o Dia Internacional da Mulher, evocando, quer o espírito grevista das operárias russas da indústria têxtil que, nesse mesmo dia do ano de 1917, se manifestaram contra a fome e contra a Grande Guerra (1914-1918), quer a memória de outras marcantes revoltas do operariado feminino, como as de Nova Iorque, em 1857 e em 1908.

Registam as crónicas que em 1857, inúmeras jovens proletárias foram presas e outras tantas esmagadas pela multidão, em resultado da forte repressão policial, enquanto que em 1908, morreram queimadas 129 trabalhadoras que ocupavam a fábrica “Cotton”, em consequência de um incêndio despoletado pelo próprio patrão.

Apesar das tormentas que assolam o mundo sem hora certa nem idade, a carga histórica do dia de hoje (muito para além do aqui referido) é por si só demonstrativa que, passo a passo, a humanidade é efetivamente capaz de construir sociedades mais justas e solidárias, baseadas na liberdade de pensamento e no pluralismo da expressão, na dignidade da pessoa humana independentemente de ascendência, sexo, raça, língua, território de origem, religião, convicções políticas ou ideologias, instrução, situação económica, condição social ou orientação sexual.

A história que o Dia Internacional da Mulher transporta é a prova de que a realidade está a um passo da esperança. Cabe-nos, pois, a Tod@s nós, a pertinaz audácia, não só de transformar a esperança em realidade, mas de pugnar para que essa mesma realidade vingue e perdure.

O PS Maia assinala o Dia Internacional da Mulher com a reativação do seu sítio na internet, publicando nesta data apenas este simples texto, insignificante entre tantos outros, mas com o significado de todos os valores que o Socialismo Democrático representa e que estiveram na base de todas as lutas feministas e femininas que hoje se invocam, designadamente, pela promoção da paz, pelo direito ao voto, pela educação para todos, pelo direito ao trabalho, pela liberdade e pela democracia.

Homenageamos, deste modo e com este simples gesto, todas as Mulheres do mundo, as suas lutas seculares que são o somatório das lutas travadas em cada um dos dias das suas mais anónimas vidas, sem descurar o caminho que a Tod@s nos envolve na defesa da igualdade no acesso ao emprego, da igualdade dos salários e de um implacável combate à violência física e psicológica de qualquer espécie e origem.

Mas a verdadeira homenagem às Mulheres vai muito para além de um mero acontecimento ritualístico, devendo ser antes o resultado verdadeiramente sentido dos gestos, atos e afetos que lhes são dirigidos no bulício dos dias, ao longo dos séculos.

António Ramalho
Presidente da Concelhia do PS Maia